FecharX
Créditos da imagem: Victor Schwaner

O Gomez Restaurante fica localizado na Rua Tomás Gonzaga, 641, no bairro de Lourdes, e une ambientes clássicos e modernos em um belo casarão com piso de madeira, portas e janelas originais, e uma ampla varanda. A casa oferece pratos da gastronomia contemporânea, utilizando técnicas internacionais de preparo e temperos mundiais, e valorizando alimentos locais.

Quem está à frente do empreendimento gastronômico é o proprietário Renzo Sudário, empresário no segmento de energia. Apaixonado pela alta gastronomia, ele viu uma singular oportunidade de investimento no setor. A culinária vai ser comandada pelo chef João Paulo Oliveira.

A área externa é o local mais descontraído, com uma grande varanda, mesas e cadeiras mais despojadas, além de um lounge para grupos. Já no primeiro piso, os clientes ficarão em um ambiente mais elegante, porém, ainda assim informal. Neste pisto, também fica uma bela e espaçosa cozinha, equipada e planejada para atender bem aos chefs e cozinheiros. E, por fim, o andar superior, que reserva um ambiente mais requintado e tranquilo, ideal para jantar, e conta com uma linda adega, além de um bar de drinks. “Portanto, temos a possibilidade de receber um grupo de amigos que deseja aproveitar um happy hour de maneira despojada, ou casais que querem um ambiente mais reservado, íntimo, com serviço de menu completo, por exemplo. A casa também comporta eventos e celebrações”, explica Renzo.

O cardápio traz opções de finger foods com versões de petiscos frios e quentes, como o trio sicília, que são canapês de figos marinados, creme de queijo de cabra e parma (R$ 28), charcutaria premium, que é um mix de charcutaria com pickles variados e pão artesanal (R$ 62), ceviche GomeZ, feito de cogumelos silvestres e frutos do mar (R$ 32), o portuga, que é o clássico bolinho de bacalhau (R$ 38), bolinhos de cupim crocante (R$ 32), crocante de torresmo de barriga com geleia de pimenta (R$ 30), coxinha de leitão, que é recheada com carne de leitão e purê de banana (R$ 36), entre outros. O finger food vegetariano será o canapé de beterraba com queijo de cabra e baunilha (R$ 30), já o vegano é o vegan ball, que é um bolinho de abóbora, repolho e especiarias com iogurte de castanha de caju (R$ 28).

Para entradas, há versões como ovo mollet com compota de tomate e erva doce, bacon e rúcula silvestre, servido com bread soldiers (R$ 24), salada de cordeiro, que são vegetais recheados com carne de cordeiro, mix de folhas baby e molho de alecrim (R$ 37). Para os vegetarianos, salada de beterraba assada em crosta de sal, queijo cru de cabra, pão de gengibre e mix de folhas (R$ 34).

Entre os pratos principais, há opções como o bacalhau Coimbra, que é a posta de bacalhau com risoto verde, tomate marinado, azeitona portuguesa e chips de batata (R$ 79), risoto de quinoa com abóbora d’água ao curry e cebola bajhi (R$ 45), tian de aubergine, que é uma lasanha de berinjela grelhada, molho de tomate e muçarela de búfala, finalizada com pesto de manjericão (R$ 45), tortelli de búfala, feito com massa artesanal, recheada com muçarela de búfala, tomate e pesto de manjericão (R$ 44), entre outros.

Na parte de sobremesas, sticky toffe pudding, que é um bolo de tâmaras servido com calda de caramelo quente e sorvete de baunilha (R$ 26), pudim de pistache (R$ 25), tiramisù (R$27), entre outros.

No cardápio de bebidas, destaque para a carta de vinhos, com rótulos de diversos países, com preços que variam entre R$77 a R$480. Dentre as opções, o tinto argentino Angelica Zapata, o branco Catena Chardonnay, o rose Casa Albali D.O chileno, o verde Este Alvarinho Reserva, entre outros. Há também versões de champagnes como Moët Brut Imperial e Veuve Clicquot, e espumantes como Próspero Brut Rose, Adolfo Lona Charmat Brut, Foss Marai, entre outros.

As opções de cervejas artesanais são: Baden Baden e Eisenbahn. Além disso, mais de 20 opções de drinks complementam o cardápio de bebidas.

Continua depois da publicidade
Reportar erro
Encontrou algum erro? Informe para a gente.