FecharX

Conheça o Circuito Cultural da Liberdade

Patrimônio Cultural de BH, a praça abriga de museus a biblioteca e preserva a rica cultura de Minas Gerais


Créditos da imagem: Antonio Salaverry/shutterstock.com
Main destaque por antonio salaverry
Déborah Rodrigues *
02/01 às 17:00
Atualizado em 02/01 às 17:00

A capital mineira é rica em cultura e isso não dá para negar, né? Prova incontestável disso, dentre tantas outras, é o Circuito da Liberdade, patrimônio cultural de Belo Horizonte e localizado em uma das praças mais charmosas da capital, a Praça da Liberdade.

Quem passa por lá, além de se encantar com a paisagem belíssima e poder curtir um dia tranquilo, pode respirar cultura em diversos locais, indo desde museus e bibliotecas até a famosa lanchonete Xodó, que virou realmente o xodozinho dos belo-horizontinos e pode ser considerado parte do circuito, já que é uma boa pedida após um passeio pelos espaços.

A transformação da Praça da Liberdade em um complexo cultural teve seu início lá em 2010, mas desde muito tempo o lugar já respirava arte, cultura e preservação do patrimônio, com o Arquivo Público Mineiro, a Biblioteca Pública, o Museu Mineiro e a ocupação da Praça por diversos movimentos culturais.

Em 2015, o Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) passou a gerir o espaço, e, desde então, busca uma maior articulação com o meio urbano e seus grupos artísticos e populares, tão numerosos na capital mineira.

Hoje o Circuito Liberdade é composto por 15 instituições, dentre museus, centros de cultura e de formação, que apresentam aspectos do universo cultural e artístico de BH. Conheça alguns espaços e já reserve um dia na agenda para fazer aquela tour por lá! Mais informações podem ser conferidas no site.

Arquivo Público Mineiro

O Arquivo Público Mineiro é responsável pela gestão, recolhimento, guarda, preservação e acesso ao acervo de arquivos do Poder Executivo estadual e aos documentos privados de interesse público. Por lá os visitantes encontram milhares de documentos, que remontam aos períodos colonial, imperial e republicano, entre fotos, mapas produzidos nos séculos XVIII e XIX, documentos referentes à Inconfidência Mineira, à escravidão e muito mais. O prédio ainda conta com uma biblioteca especializada em história de Minas Gerais e arquivologia.


Foto: Izabel Chumbinho/Iepha-MG

Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

A Biblioteca Pública conta com dois prédios no Circuito: o prédio-sede e o anexo. A sede, inaugurada em 1961, é uma obra de Oscar Niemeyer e reúne mais de 570 mil exemplares, incluindo obras raras de autores nacionais e estrangeiros, além de grande acervo digitalizado, coleção infantojuvenil, jornais e revistas novos e antigos, audiolivros e acervo em Braille. O espaço ainda possui um teatro, uma sala de cursos e uma galeria de arte.

Já o Anexo Professor Francisco Iglésias, ocupa um edifício que foi aberto ao público em 2000, e hoje possui maior integração com o entorno e com o prédio-sede da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa. Ele ainda abriga os setores de Referência e Estudos e Empréstimo Domiciliar.

Foto: Miguel Aun

Casa Fiat de Cultura

Mantida pelas empresas do grupo FCA-Fiat Chrysler Automobiles e CNHI-Case New Holland Industrial, a Casa Fiat de Cultura exibe gratuitamente exposições de BH. Em sua sede, já foram apresentadas obras de ícones da história da arte, como Caravaggio, Chagall, Rodin, De Chirico, Aleijadinho, Amilcar de Castro, Tarsila do Amaral, e artistas que despontam no cenário mineiro contemporâneo.

O prédio fica situado onde antigamente funcionava o Palácio dos Despachos, e hoje mantém em exibição permanente no hall de entrada a obra Civilização Mineira, maior painel de Candido Portinari em Minas Gerais.


Foto: Arquivo Circuito Liberdade

Museu Mineiro

O Museu Mineiro está situado em um belo casarão do final do século XIX e possui um acervo com mais de 3500 peças, que reúne imagens sacras, equipamentos litúrgicos, mobiliário, moedas, armas e achados arqueológicos do estado.


Foto: 
Izabel Chumbinho/Iepha-MG

Palácio da Liberdade

O Palácio foi construído para ser a sede do governo no final do século XIX, quando BH foi projetada para ser a nova capital do Estado e a Praça da Liberdade escolhida para abrigar o centro administrativo. Em seu interior, é possível ver os candelabros em bronze dourado, o piso em parquet, lustres em cristal, os painéis alegóricos, além de lindos jardins na parte externa, que chamam a atenção de quem passa por lá.


Foto: Lucia Sebe/Imprensa MG

Centro de Arte Popular Cemig

O local apresenta toda riqueza e a diversidade das manifestações culturais populares, com diversas obras de artistas de diferentes regiões de Minas Gerais, como o Vale do Jequitinhonha, Cachoeira do Brumado, Divinópolis, Prados, Ouro Preto, Sabará e outras, trazendo elementos que representam a pluralidade da cultura mineira. O espaço ainda recebe eventos de artes visuais e cênicas, música e educação, além de contar com salas para exposições, oficinas e área externa para grafites.


Foto: Elcio Paraiso

Memorial Minas Gerais Vale

De uma forma super interativa e convidativa, o Memorial apresenta as tradições de Minas ao público. Instalado no antigo prédio da Secretaria da Fazenda, de 1897, o museu apresenta cenários reais e virtuais, e pra lá de modernos, que se misturam para criar experiências e sensações que levem o público em um percurso do século XVIII até os dias atuais.

Foto: Elcio Paraiso

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB BH

O CCBB possui seis andares de pura arte. O prédio conta com área para exposição, duas salas de mostras permanentes, teatro, sala multiuso para atividades, debates, oficinas, palestras, e muito mais. O local recebe eventos nas áreas de artes cênicas, cinema, exposições, ideias, música e educação, para todos os gostos.


Foto: Gil Leonardi

MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal

De forma lúdica e interativa, o Museu apresenta aos visitantes a história da mineração e da metalurgia. Em 18 áreas expositivas, estão 44 atrações que apresentam, por meio de personagens históricos e fictícios, os minérios, os minerais e a diversidade do universo da Geociências.


Foto: Jomar Bragana

Espaço do Conhecimento UFMG

Fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas, O Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico sobre a produção de saberes, com uma programação voltada à diversidade e à multiplicidade cultural, promovendo um diálogo entre a ciência e a vida cotidiana. O espaço abriga exposições temáticas, oficinas e atividades, além do Terraço Astronômico e da Fachada Digital.


Foto: Daniel Mansur

Xodó

E, é claro, não dá para falar sobre o Circuito da Liberdade sem incluir a hamburgueria mais antiga do estado na lista, a Xodó. A casa não faz parte oficialmente do Circuito, mas é a pedida certa para aquele lanche após conhecer tantos lugares incríveis. Além de investir em cultura, o local serve os tradicionais hambúrgueres, almoço executivo e sobremesas, tudo pensando em saúde e praticidade.


Foto: Thobias de Almeida

*sob supervisão do jornalista Júnior de Castro

Tags:
  • bh
  • liberdade
  • circuito cultural
Comentários

Comentários