FecharX

No Dia Nacional do Idoso, veja 5 atitudes aliadas à longevidade

Para viver mais e melhor, esses pequenos hábitos fazem toda diferença para idosos e para quando se está envelhecendo



Créditos da imagem: Prostock Studio/Shutterstock
Main destaque prostock studio
Redação
27/09 às 15:51
Atualizado em 27/09 às 15:51

O Dia Nacional do Idoso, comemorado hoje, 27 de setembro, foi estabelecido em 1999 com o intuito de refletir a respeito da situação do idoso no Brasil, onde a população idosa cresce cada vez mais, seus direitos e dificuldades.

Não só na terceira idade, mas em qualquer momento da vida, ter hábitos saudáveis é extremamente importante para uma vida mais longa e feliz. E com pequenas mudanças no dia a dia, é possível ter longevidade, melhorar o bem-estar mental e físico e até prevenir doenças. Pensando nisso, o Sou BH traz algumas dicas para você adotar e garantir um envelhecimento mais saudável. Confira!

Dê adeus ao sedentarismo!

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é necessário fazer 150 minutos de atividade, leve a moderada, por semana. E isso não quer dizer apenas a academia, uma caminhada, trocar o elevador pelas escadas, andar para ir ao supermercado ou padaria, tudo isso já ajuda e muito!

Adotando essas práticas, é possível minimizar a perda de peso, de massa magra, de coordenação motora e resistência cardiovascular, que naturalmente diminuem com o passar dos anos. Com isso, riscos de obesidade, hipertensão, diabetes, e outros tantos problemas são reduzidos. Sem contar que exercícios físicos liberam substâncias que ajudam a combater estresse, ansiedade e depressão!

Tenha boas noites de sono

Cumprir todas as horas necessárias de sono é muito importante! Uma noite bem dormida recupera o organismo e deixa pronto para enfrentar o dia seguinte, sem contar que diminui o estresse. Mesmo após 65 anos, a recomendação é a mesma: de 6 a 8 horas de sono por noite.

Alimente-se bem!

Envelhecer traz consequências, como a diminuição do metabolismo, e alimentar-se mal pode tornar isso um problema. A alimentação inadequada faz com que o corpo acumule gordura corporal, aumentando o risco de doenças metabólicas. Por isso, adote uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, carnes e peixes, e evite alimentos processados.

Exercite o cérebro mesmo após a aposentadoria

Com mais tempo em casa, não deixe a mente parar: busque aprender coisas novas, leia, tenha passatempos como palavras cruzadas ou cursos na internet como aliados. Manter o cérebro ativo reduz inclusive o risco de demências, como Alzheimer.

Mantenha os amigos por perto!

Nada de diminuir a convivência com pessoas queridas ao longo dos anos. Momentos frequentes com os amigos melhoram o humor e combatem a depressão, o que consequentemente diminui riscos de doenças cardíacas. 

Tags:
  • sou bh
  • idosos
  • longevidade
  • dia nacional do idoso
Comentários

Comentários